Geração distribuída alcança 2,0GW de potência instalada no final de 2019.

A geração distribuída no Brasil vem sofrendo um ataque direto das concessionárias de distribuição de energia e da própria agência reguladora, a ANEEL, desde o final do ano de 2018.

Uma alteração nas regras do setor, a tanto falada Resolução Normativa 482 da ANEEL, deverá frear bastante o crescimento deste tipo de investimento ao invés de alavancar ainda mais um dos setores que mais cresce no país neste momento de saída de crise que vivemos.


Assim, o ano de 2019 foi permeado por insegurança regulatória e incertezas no planejamento de projetos, o que levou a dois cenários distintos: antecipação de alguns empreendimentos, que foram feitos "de qualquer jeito" e com menos planejamento que o necessário, e desistência de outros investidores por não saber exatamente em qual cenário regulatório seria enquadrado.


Mas com toda esta confusão, como foram os números da geração distribuída no país em 2019?


A resposta é: foram muito bons, o que evidencia a força do setor e que a antecipação de investimentos superou a incerteza de planejamento (se bem que planejamento é uma raridade no Brasil, mas voltaremos neste ponto em outro post).


Vamos aos números mais detalhados:


Potência instalada


Ao final de 2018, o mercado de geração distribuída chegava a 0,7GW de potência instalada.

Já em 31 de dezembro de 2019, este número pulava para 2,03GW, o que mostra um crescimento anual de 187%, ou quase triplicando a potência instalada.

Unidades consumidoras conectadas


Estes 2,0GW de potência estão conectados em 160 mil unidades consumidoras, entregando créditos via as diferentes modalidades de geração distribuída para quase 213 mil unidades consumidoras.

Este número, embora significativo quando visto isoladamente, ainda é irrisório perto das mais de 83 milhões de unidades consumidoras do país.


No gráfico abaixo, vemos que a potência instalada nem sempre cresce de trimestre para trimestre como se vê anualmente, mas em todos os anos anteriores houve crescimento da potência instalada no quarto trimestre, o que não se verificou em 2019! Isto pode ser efeito da enorme insegurança regulatória criada pela ANEEL com as idas e vindas da proposta de alteração da REN482.

Em um próximo post, detalharei a potência instalada em geração distribuída nos itens:

  • Cidade

  • Estado

  • Fonte

  • Modalidade de conexão


Siga a VGP Consultoria nas redes sociais para estas e outras informações sobre geração distribuída e energias renováveis!


Facebook: Vitor Pacheco Consultoria

LinkedIn: Vitor Pacheco

Instagram: Vitor Pacheco Consultoria

0 visualização

Siga-nos no Linked In

  • White LinkedIn Icon

 Site Vitor Pacheco - 2018 criado pelo designer Lucas Nicoli Alves